As vacinas exigem um cuidado especial da produção até a aplicação. Temperatura fora do limite recomendado e manuseio incorreto podem comprometer a qualidade desses produtos.

Diante disto, além de um controle diário e rigoroso em seu estoque, valorizamos muito a procedência/origem de nossos Imunobiológicos (Vacinas), trabalhamos somente com laboratórios de renome internacional, os quais obedecem os mais rígidos critérios de qualidade e Rede de Frio.

- A temperatura dos equipamentos e verificada sistematicamente.

- A aquisição de Imunobiológicos é realizada diretamente dos laboratórios produtores e distribuidores autorizados.

- O recebimento e a conservação dos Imunobiológicos são realizados de acordo com a normatização do Manual de Procedimentos do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

 
 
 

Tipos de vacinas

O que previne

  • A vacina contra a dengue é uma vacina atenuada que previne infecções causadas por quatro sorotipos da dengue. 

Laboratório e nome comercial

  • Sanofi Medley (Dengvaxia®).
  • Takeda (QDenga®).

Indicação

  • Dengvaxia®: Está licenciada para crianças a partir de 6 anos de idade, adolescentes e adultos até 45 anos e é recomendada para indivíduos previamente infectados por um dos vírus da dengue, necessário pedido médico.
  • QDenga®: É indicada para a prevenção de dengue em indivíduos de 4 aos 60 aos de idade.

Esquema vacinal

  • Dengvaxia®: 3 doses com intervalo de 6 meses entre elas.
  • QDenga®: 2 doses com intervalo de 3 meses entre elas.

Contraindicação

  • Pessoas imunodeprimidas;
  • Alergia grave (anafilaxia) a algum dos componentes da vacina;
  • Gestantes;
  • Mulheres amamentando;
  • Pessoas sem contato prévio com o vírus da dengue (soronegativos).

 

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

Doenças causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo B, principalmente meningite.

Laboratório e nome comercial

Act-HIB (Sanofi)

 

Indicação

  • Crianças a partir de 2 meses, até 5 anos de idade.
  • Crianças com mais de 5 anos, adolescentes e adultos com condições médicas que aumentam o risco para doenças por Hib: ausência de baço ou disfunção nesse órgão; antes e/ou após transplante de órgão ou medula óssea; após quimioterapia; entre outras.

Esquema de doses

  • Para vacinação de crianças de 2 a 18 meses é utilizada as vacinas Hexavalente ou Pentavalente acelular.
  • Crianças com mais de 5 anos, adolescentes e adultos não vacinados e com doenças que aumentem o risco da doença: duas doses com intervalo de dois meses.

Contraindicação

  • Pessoas que apresentaram anafilaxia provocada por qualquer componente da vacina ou por dose anterior.
O que previne
 
Conhecida também como "Higd dose" a vacina influenza de alta concentração previne quatro tipos de infecções causadas pelo vírus Influenza (que causa gripe) e também protege contra as complicações da doença, principalmente as pneumonias bacterianas secundárias.
A quantidade de antígenos é quatro vezes maior do que a presente nas vacinas quadrivalentes de dose padrão. A característica permite maior proteção para a população a partir de 60 anos de idade, cuja resposta vacinal é pior por causa da imunossenescência e das doenças crônicas.
 
É composta por quatro cepas de vírus — definidas anualmente de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde:

CEPAS 2023 Hemisfério Sul 

  • cepa tipo A/Sydney/5/2021 (H1N1)pdm09 (A/Sydney/5/2021, IVR-229)
  • cepa tipo A/Darwin/9/2021 (H3N2) (A/Darwin/6/2021, IVR-227)
  • cepa tipo B/Austria/1359417/2021 (B/Austria/1359417/2021, BVR-26)
  • cepa tipo B/Phuket/3073/2013 (B/Phuket/3073/2013, tipo selvagem)

Laboratório e nome comercial

  • Sanofi Pasteur (Efluelda®)

Indicação

  • Recomendada preferencialmente para todos os adultos a partir de 60 anos de idade, em especial imunocomprometidos.

Esquemas de doses:

  • Dose única anual.

Contraindicação

  • Pessoas com alergia grave (anafilaxia), a algum componente da vacina ou a dose anterior.

 

Para mais informações, acesse as bulas das vacinas:

 

O que previne

A vacina HPV ou Papiloma Vírus Humano, protege contra cânceres do colo do útero, da vulva, da vagina e do ânus,  infecções persistentes e lesões pré-cancerosas ou displásicas e verrugas genitais causadas pelos tipos de HPV 6, 11, 16, 18, 31, 33, 45, 52 e 58.

Laboratórios e nomes comerciais

  • Merck Sharp & Dohme MSD (Gardasil 9®)

Indicação

  • Todas as pessoas entre 9 e 45 anos;
  • A administração da vacina em homens e mulheres fora da faixa etária prevista em bula — especialmente pessoas com comorbidades associadas a imunocomprometimento e homens que fazem sexo com homens — é benéfica, mas deve ser avaliada pelo médico.

Esquema vacinal

  • Para meninas e meninos de 9 a 14 anos, 11 meses e 29 dias: duas doses, com intervalo de seis meses (0 - 6 meses);
  • A partir de 15 anos: três doses, com intervalos de um a dois meses entre a primeira e a segunda e de seis meses entre a terceira e a primeira (0 - 1 a 2 - 6 meses).

 

Contraindicação

  • Gestantes e pessoas que apresentaram anafilaxia após receber uma dose da vacina ou a algum de seus componentes.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

Vacina BCG liofilizada intradérmica - Bacilo Calmette Guérin

O que previne

  • A vacina BCG protege contra a turbeculose – principalmente as formas graves, como meningite tuberculosa e tuberculose miliar (espalhada pelo corpo).

Laboratório e nome comercial

  • Fundação Ataulpho de Paiva - FAP (IMUNO BCG)

Indicação

  • A vacina é indicada de rotina a partir do nascimento até antes de a criança completar 5 anos de idade.

Esquema vacinal

  • Dose única

 Contraindicação

  • Pessoas imunodeprimidas e recém-nascidos de mães que usaram medicamentos que possam causar imunodepressão do feto durante a gestação.
  • Prematuros, até que atinjam 2 kg de peso.

 Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

  • A vacina Hexavalente previne seis doenças. São elas: difteria, tétano, coqueluche (DTPa), meningite por Haemophilus influenzae tipo b (Hib), poliomielite (IPV) e hepatite B (HB).

Laboratório e nome comercial

  • Sanofi Pasteur (Hexaxim®)
  • GSK (Infanrix® Hexa)

Indicação

  • Recomendadas para crianças a partir de 2 meses de idade e podem ser aplicadas até os 7 anos, sempre que seja indicada cada uma das vacinas incluídas nessas combinações.

Esquema vacinal

  • Para a vacinação rotineira de crianças (aos 2, 4, 6 meses e entre 12 e 18 meses).

 Contraindicação

  • Maiores de 7 anos.
  • Crianças que apresentaram encefalopatia nos sete dias seguintes à aplicação anterior de vacina contendo componente pertussis.
  • Anafilaxia a qualquer componente da vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

  • A vacina Pentavalente acelular previne cinco doenças. São elas: difteria, tétano, coqueluche (DTPa), meningite por Haemophilus influenzae tipo b (Hib), poliomielite (IPV).

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Infanrix® Penta)
  • Sanofi Medley (Pentaxim®)

Indicação

  • Recomendadas para crianças a partir de 2 meses de idade e podem ser aplicadas até os 7 anos, sempre que seja indicada cada uma das vacinas incluídas nessas combinações.

Esquema vacinal

  • Para a vacinação rotineira de crianças aos 4meses de vida e um reforço aos 15 meses de idade.

Contraindicação

  • Maiores de 7 anos.
  • Crianças que apresentaram encefalopatia nos sete dias seguintes à aplicação anterior de vacina contendo componente pertussis.
  • Anafilaxia a qualquer componente da vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina dTpa-IPV previne quatro tipos de doenças. Que são elas: difteria, tétano, coqueluche (dTpa) e Poliomielite (IPV).

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Refortrix® IPV)

Indicação

  • Para crianças a partir de 3 ou 4 anos de idade, adolescentes e adultos, para os reforços de seus esquemas de vacinação.
  • Pode substituir as formulações infantis da vacina tríplice bacteriana (DTPa e suas combinações) no reforço de 4 a 5 anos de idade.
  • Para adolescentes e adultos, pode substituir a vacina dTpa e é a alternativa para viajantes com destinos às áreas de risco para poliomielite.
  • Para gestantes, pode substituir a dTpa na indisponibilidade desta vacina ou quando se trata de gestante viajante para área de risco para a poliomielite.

Esquema vacinal

  • Pode substituir qualquer dose de dTpa;

  • Em caso de viagens a locais de risco para a poliomielite, pode ser aplicada mesmo em pessoas que estejam em dia com a dTpa.

Contraindicação

  • Pessoas que apresentaram anafilaxia após uso de componentes da vacina ou dose anterior.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina dTpa, também conhecida como Tríplice Bacteriana adulto, protege contra três tipos de doenças. Que são elas: difteria, tétano e coqueluche.

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Refortrix®)
  • Sanofi Pasteur (Adacel®)

 

 

Indicação

  • Para reforço das vacinas DTPa ou DTPw em crianças a partir de 3 anos de idade, adolescentes e adultos
  • Gestantes.
  • Todas as pessoas que convivem com crianças menores de 2 anos, sobretudo com bebês com menos de 1 ano, incluindo familiares, babás, cuidadores e profissionais da Saúde.

Esquema vacinal

  • Pode ser usada para a dose de reforço prevista para os 4-5 anos de idade.
  • Recomendada para o reforço para adolescentes, adultos e idosos a cada 10 anos;
  • As gestantes devem receber uma dose de dTpa, a cada gestação, a partir da 20ª semana de gestação. 
  • A vacina dTpa pode substituir a vacina dT.

 

Contraindicação

  • Pessoas que apresentaram anafilaxia ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou após a administração de dose anterior.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne 

A vacina contra o rotavírus é uma vacina oral que protege a criançca contra doenças diarreicas causada por rotavírus.

Laboratório e nome comercial

  • Merck Sharp & Dohme MSD (RotaTeq®)

Indicação

  • Bebês de 6 semanas a 8 meses e 0 dia.

  • A primeira dose deve ser obrigatoriamente aplicada até a idade de 3 meses e 15 dias, e a última dose até os 7 meses e 29 dias.

Esquema vacinal

  • Para crianças a partir de 6 semanas de idade: três doses, com intervalo mínimo de quatro semanas.

  • Esquema padrão: 2, 4 e 6 meses de idade.

Contraindicação

  • Crianças fora da faixa etária citada acima; com deficiências imunológicas por doença ou uso de medicamentos que causam imunossupressão; com alergia grave (urticária disseminada, dificuldade respiratória e choque anafilático) provocada por algum dos componentes da vacina ou por dose anterior da mesma; e com doença do aparelho gastrintestinal ou história prévia de invaginação intestinal.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina pneumocócica 13 valente previne cerca de 90% das doenças graves como: pneumonia, meningite, otite, que são causadas por 13 sorotipos de pneumococos, em crianças.

Laboratório e nome comercial

  • Pfizer Wyeth (Prevenar 13®)

Indicação

  • Para crianças a partir de 2 meses e menores de 6 anos de idade é recomendada a vacinação rotineira;
  • Para crianças a partir de 6 anos, adolescentes e adultos portadores de certas doenças crônicas, recomenda-se esquema com as vacinas VPC13 e VPP23.
  • Para maiores de 50 anos e, sobretudo, para maiores de 60, recomenda-se esquema com as vacinas VPC13 e VPP23.

Esquema vacinal

  • Na rotina, o esquema deve ser iniciado aos 2 meses de idade, com três doses (aos 2, 4 e 6 meses) e um reforço entre 12 e 15 meses.
  • Entre 7 e 11 meses: duas doses no primeiro ano de vida e reforço entre 12 e 15 meses de idade (esquema 2 + 1).
  • Entre 12 e 24 meses: duas doses com intervalo de dois meses (esquema 1 + 1).
  • A partir de 24 meses: dose única.

Contraindicação

  • Crianças que apresentaram anafilaxia após usar algum componente da vacina ou após dose anterior da vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina pneumocócica 23 valente é uma vacina polissacarídica e protege contra doenças causadas por 23 tipos de pneumococos.

Laboratório e nome comercial

  • Merck Sharp & Dohme MSD (Pneumovax® 23)

Indicação

  • Para crianças acima de 2 anos, adolescentes e adultos que tenham algum problema de saúde que aumenta o risco para doença pneumocócica (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias graves; sem baço ou com o funcionamento comprometido desse órgão; com problemas de imunidade, entre outras condições).
  • Para pessoas a partir de 60 anos deve ser aplicada de rotina.
  • Não é recomendada como rotina para crianças, adolescentes e adultos saudáveis.

Esquema vacinal

  • Duas doses com intervalo de cinco anos entre elas.
    Para pessoas a partir de 60 anos recomenda-se a combinação da VPP23 com a VCP13.

Contraindicação

  • Crianças, adolescentes e adultos que apresentaram anafilaxia causada por algum componente ou dose anterior da vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina Meningocócica ACWY, também conhecida como Meningocócica Quadrivalente previne meningites e infecções generalizadas (doenças meningocócicas) causadas pela bactéria meningococo dos tipos A, C, W e Y.

Laboratório e nome comercial

  • GSK (Menveo®)
  • Pfizer (Nimenrix®)
  • Sanofi Pasteur (MenQuadfi®)

 

Indicação

  • Para crianças a partir de 2 meses e adolescentes.
  • Para adultos e idosos com condições que aumentem o risco para a doença meningocócica ou de acordo com a situação epidemiológica;
  • Para viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.
  • A vacina MENQUADFI é indicada a partir de 12 meses.

Esquema de doses

  • Para crianças, a vacinação de rotina deve iniciar aos 3 meses de idade com duas doses no primeiro ano de vida (dependendo das recomendações das bulas) e reforços entre 12 e 15 meses, entre 5 e 6 anos e aos 11 anos de idade. Para adolescentes que nunca receberam a vacina meningocócica conjugada ACWY, são recomendadas duas doses com intervalo de cinco anos.
  • Para adultos, dose única, a depender de risco epidemiológico ou condição de saúde.

 Contraindicação

  • Pessoas que tiveram anafilaxia após o uso de algum componente da vacina ou após dose anterior.

Para mais informações, acesse as bulas das vacinas:

O que previne

Meningites e infecções generalizadas (doenças meningocócicas) causadas pela bactéria meningococo do tipo B.

Laboratório e nome comercial

  • GlaxoSmithKline GSK (Bexsero™)

Indicação

  • Para crianças e adolescentes a partir de 2 meses, adultos com até 50 anos, dependendo de risco epidemiológico.
  • Para viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.
  • Para pessoas de qualquer idade com doenças que aumentem o risco para a doença meningocócica.

Esquema vacinal

  • Na rotina normal realiza uma dose com 3 e 5 meses e um reforço até antes de completar 24 meses;
  • De 2 a 23 meses é indicado um esquema de duas doses mais um reforço.
  • A partir de 24 meses é indicado um esquema de duas doses, com intervalo de dois meses entre elas.

Contraindicação

  • Pessoas que tiveram anafilaxia após uso de algum componente da vacina ou após dose anterior.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

Esta vacina previne infecções do vírus Varicela-zoster que causa a doença popularmente conhecida como Catapora.

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Varilrix®)
  • Merck Sharp & Dohme MSD (Varivax®)

Indicação

  • É recomendada de rotina para crianças a partir de 12 meses (excepcionalmente, em situações de surto, por exemplo, também para crianças menores, a partir de 9 meses).
  • Todas as crianças, adolescentes e adultos suscetíveis (que não tiveram catapora) devem ser vacinados.

Esquema vacinal

  • Recomendam duas doses da vacina varicela: a primeira aos 12 meses e a segunda entre 15 e 24 meses de idade. Essas doses coincidem com o esquema de vacinação da vacina SCR e, portanto, a vacina SCR-V pode ser usada nas duas doses.
  • Para crianças até 11 anos, o intervalo mínimo entre doses é de três meses. Já para adolescentes e adultos suscetíveis são indicadas duas doses com intervalo de um a dois meses.

Contraindicação

  • Pessoas que tiveram anafilaxia causada por qualquer dos componentes da vacina ou após dose anterior, e gestantes.
  • Pessoas com deficiência do sistema imunológico, seja por doença ou tratamento imunossupressor, devem ser consultadas por um médico para a indicação, pois muitas vezes os danos causados pelo adoecimento é maior que o risco oferecido pela vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina tríplice viral, também conhecida como SCR e/ou MMR protege contra três doenças virais, que são elas: sarampo, caxumba e rubéola.

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Priorix®)
  • Merck Sharp & Dohme MSD (M-M-R® II)

Indicação

  • A partir de 6 meses para crianças, adolescentes e adultos.

Esquema vacinal

  • Como rotina para crianças, as sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam duas doses: uma aos 12 meses e a outra aos 15 meses, podendo ser usadas a vacina SCR ou a combinada SCR-V (tetraviral).
  • Para crianças mais velhas, adolescentes e adultos não vacinados ou sem comprovação de doses aplicadas, a SBIm recomenda duas doses, com intervalo de um a dois meses.
  • Em casos de surto de caxumba ou sarampo, pode ser considerada a aplicação de uma terceira dose.

Contraindicação

  • Gestantes, pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação;
  • História de anafilaxia após aplicação de dose anterior da vacina ou a algum componente.
  • A maioria das crianças com história de reação anafilática a ovo não tem reações adversas à vacina e, mesmo quando a reação é grave, não há contraindicação ao uso da vacina tríplice viral. Foi demonstrado, em muitos estudos, que pessoas com alergia ao ovo, mesmo aquelas com alergia grave, têm risco insignificante de reações anafiláticas. Teste cutâneo não é recomendado, pois não consegue prever se a reação acontecerá. No entanto, é recomendado que estas crianças, por precaução, sejam vacinadas em ambiente hospitalar ou outro que ofereça condições de atendimento de anafilaxia.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina tetraviral também conhecida como SCR-V previne contra quatro doenças virais e são elas: sarampo, caxumba, rubéola e varicela.

Laboratório e nome comercial

  • GlaxoSmithKline GSK (Priorix® Tetra)
  • Merck Sharp & Dohme MSD (ProQuad®)

Indicação

  • A vacina SCR-V está recomendada para crianças e adolescentes com menos de 12 anos em substituição às vacinas tríplice viral (SCR) e varicela, quando a aplicação destas duas for coincidente.

Esquema vacinal

  • Duas doses na vida, a partir dos 12 meses. Como a vacina inclui componente varicela, o intervalo entre as doses deve ser de três meses.

Contraindicação

  • Gestantes;
  • Pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação;
  • História de anafilaxia após dose anterior da vacina ou a algum componente.
  • A maioria das crianças com história de reação anafilática a ovo não tem reações adversas à vacina e, mesmo quando a reação é grave, não há contraindicação ao uso. Foi demonstrado, em muitos estudos, que pessoas com alergia ao ovo, mesmo aquelas com alergia grave, têm risco insignificante de reações anafiláticas. O teste cutâneo não é recomendado, pois não consegue prever se a reação acontecerá. No entanto, recomenda-se que estas crianças, por precaução, sejam vacinadas em ambiente hospitalar ou outro que ofereça condições de atendimento de anafilaxia.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina protege contra a manifestação do vírus herpes zóster, uma doença popularmente conhecida como "cobreiro". Previne também suas complicações em especial a neuralgia pós-herpética (NPH).

Laboratório e nome comercial

  • GlaxoSmithKline Brasil Ltda - GSK (Shingrix®)

Indicação

  • Indivíduos a partir de 50 anos de idade e imunocomprometidos ou pessoas com risco aumentado para herpes-zóster a partir de 18 anos.

Esquema vacinal

  • Duas doses com intervalo de 60 dias entre elas.

Contraindicação

  • Histórico de hipersensibilidade grave a componentes da fórmula ou a dose anterior da vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

 

O que previne

Infecções causadas pelo vírus A da hepatite, também conhecida como “hepatite infecciosa”.

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Havrix®)
  • Merck Sharp & Dohme MSD (Vaqta®)
  • Sanofi Pasteur (Avaxim® 80U)

Indicação

  • Todas as pessoas a partir de 12 meses de vida.

Esquema vacinal

  • Duas doses com intervalo de 6 meses entre elas.

 

Contraindicação

  • Pessoas que tiveram reação anafilática a algum componente da vacina ou a dose anterior.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

  • Infecção do fígado (hepatite) causada pelo vírus da hepatite B.

Laboratórios e nomes comerciais

  • GlaxoSmithKline GSK (Engerix® B)
  • Merck Sharp & Dohme MSD (Recombivax® HB)
  • Sanofi Pasteur (Euvax® B)

Indicação

  • Para pessoas de todas as faixas etárias. Faz parte da rotina de vacinação das crianças, devendo ser aplicada, de preferência, nas primeiras 12-24 horas após o nascimento, para prevenir hepatite crônica – forma que acomete 90% dos bebês contaminados ao nascer.

Esquema vacinal

  • Três doses com esquema 0 – 1 – 6.

  • Na rotina de vacinação das crianças de 2 a 6 meses é utilizada a vacina Hexavalente.

 

Contraindicação

  • Não deve ser aplicada em pessoas que apresentaram anafilaxia com qualquer componente da vacina ou com dose anterior. Ou nas que desenvolveram púrpura trombocitopênica após dose anterior de vacina com componente hepatite B.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

Previne infecções que acomentem o fígado, causadas pelos vírus da hepatite A e hepatite B.

Laboratório e nome comercial

  • GlaxoSmithKline GSK (Twinrix®)

Indicação

  • Crianças a partir dos 12 meses, adolescentes e adultos.
  • É uma boa opção para pessoas que não foram vacinadas contra as duas hepatites.

Esquema vacinal

  • Três doses, sendo a segunda aplicada um mês após a primeira, e a terceira, cinco meses após a segunda.

Contraindicação

  • Pessoas que apresentaram anafilaxia provocada por qualquer componente da vacina ou por dose anterior.
  • Pessoas que desenvolveram púrpura trombocitopênica após dose anterior de vacina com antígenos do vírus da hepatite B.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina HPV ou Papiloma Vírus Humano, protege contra infecções persistentes e lesões pré-cancerosas causadas pelos tipos de HPV 6,11,16,18. Também previne o câncer de colo do útero, da vulva, da vagina, do ânus e verrugas genitais (condiloma).

Laboratórios e nomes comerciais

  • Merck Sharp & Dohme MSD (Gardasil®)

Indicação

  • Todas as pessoas a partir de 9 anos. Meninas e mulheres de 9 a 45 anos e meninos e homens de 9 a 26 anos.
  • A administração da vacina em homens e mulheres fora da faixa etária prevista em bula — especialmente pessoas com comorbidades associadas a imunocomprometimento e homens que fazem sexo com homens — é benéfica, mas deve ser avaliada pelo médico.

Esquema vacinal

  • Para meninas e meninos de 9 a 14 anos, 11 meses e 29 dias: duas doses, com intervalo de seis meses (0 - 6 meses);
  • A partir de 15 anos: três doses, com intervalos de um a dois meses entre a primeira e a segunda e de seis meses entre a terceira e a primeira (0 - 1 a 2 - 6 meses).

 

Contraindicação

  • Gestantes e pessoas que apresentaram anafilaxia após receber uma dose da vacina ou a algum de seus componentes.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

Laboratório e nome comercial

  • CSL Behring (Rhophylac®)
  • Grifols (Gama anti D)

Transmissão

  • Sangue Rh+

Indicação

  • Prevenção da imunização ao Rh(D) em mulheres Rh(D) negativas, (Gravidez/parto de criança Rh(D)positiva; aborto, gravidez ectópica ou mola hidatiforme; hemorragia, amniocentese, biópsia coriônica, procedimentos de manipulação obstétrica, ou trauma abdominal).
  • Tratamento de pessoas Rh(D) negativas após transfusões incompatíveis de sangue Rh(D) positivo ou outros produtos contendo células vermelhas do sangue.

Esquema vacinal

  • Aplicar 1 dose em mulheres que são Rh(-), na 28º semana de gestação e 1 dose após o parto, se o recém-nascido for Rh(+);
  • Necessário também uma aplicação, nos demais eventos acima descritos.

Observações

  • O indivíduo vacinado poderá apresentar febre e/ou dor no local da aplicação.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne Febre tifoide.

Previne a Febre tifóide, que é uma doença causada por uma bactéria chamada Salmonella typhi de transmissão fecal/oral, através da ingestão de água ou de alimentos contaminados com urina ou fezes contendo a bactéria.

Laboratório e nome comercial

  • Sanofi Pasteur (Typhim Vi®)

Indicação

  • Crianças a partir de 2 anos de idade, adolescentes e adultos que viajam para áreas de alta incidência da doença, em situações específicas de longa permanência e após análise médica criteriosa.
  • Profissionais que lidam com águas contaminadas e dejetos.

Esquema de doses

  • Uma dose. A vacina confere proteção por três anos, de modo que a revacinação pode ser recomendada após este período, se o risco de adoecimento persistir ou retornar.

Contraindicação

  • Hipersensibilidade conhecida a qualquer um dos componentes da vacina.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

Laboratório e nome comercial

  • Abbvie (Synagis®)

Indicações

  • Synagis® (palivizumabe) é indicado para a prevenção de doença grave do trato respiratório inferior causada pelo vírus sincicial respiratório (VSR) em pacientes pediátricos com alto risco de doença por VSR (crianças prematuras)
  • A posologia recomendada de Synagis® (palivizumabe) é de 15mg/kg de peso corporal, administrados uma vez por mês durante períodos previstos de risco de VSR na comunidade.
  • A primeira dose deve ser administrada antes do início da estação de VSR e as doses subsequentes devem ser administradas durante a estação de VSR.
  • Os volumes superiores a 1ml devem ser administrados em doses divididas.
  • Synagis® (palivizumabe) reconstituído deve ser administrado exclusivamente por via intramuscular.

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne

A vacina contra febre amarela é constituída de vírus vivos atenuados e previne a infecção viral transmitida por uma espécie particular de mosquito.

Laboratório e nome comercial

  • Sanofi Pasteur (Febre Amarela)

 Indicação

  • Pessoas a partir de 9 meses de idade.
  • Indivíduos a partir de 60 anos não previamente vacinados: embora raro, está descrito risco aumentado de eventos adversos graves na primovacinação nesta faixa etária e deve apresentar o pedido médico para vacinação.

 Esquema vacinal

  • Crianças até 4 anos: duas doses, aos 9 meses e aos 4 anos.
  • Acima de 4 anos: Não há consenso sobre a duração da proteção conferida pela vacina. De acordo com o risco epidemiológico, uma segunda dose pode ser considerada pela possibilidade de falha vacinal.

 Contraindicação

  • Crianças abaixo de 6 meses de idade.
  • Crianças menores de 2 anos vacinadas com tríplice viral devem esperar 30 dias para realizar a vacina de febre amarela;
  • Indivíduos infectados pelo HIV, sintomáticos e com imunossupressão grave comprovada por exame de laboratório.
  • Pessoas com imunodepressão grave por doença ou uso de medicação.
  • Pacientes que tenham apresentado doença neurológica desmielinizante no período de seis semanas após a aplicação de dose anterior da vacina.
  • Gestantes, salvo em situações de alto risco de infecção, o que deve ser avaliado pelo médico;
  • Mulheres amamentando bebês com até 6 meses. Se a vacinação não puder ser evitada, suspender o aleitamento materno por 10 dias. Procure o pediatra para mais orientações.
  • Pacientes submetidos a transplante de órgãos.
  • Pacientes com câncer.
  • Pessoas com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina bovina ou outras).
  • Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica).
  • Em princípio há contraindicação para gestantes, mas a administração deve ser analisada de acordo com o grau de risco, por exemplo, na vigência de surtosrianças abaixo de 6 meses de idade.

 

Para mais informações, acesse a bula da vacina:

O que previne
 
Previne quantro tipos de infecções causadas pelo vírus Influenza (que causa gripe) e também protege contra as complicações da doença, principalmente as pneumonias bacterianas secundárias.
A cada ano é disponíbilizada uma vacina atualizada de acordo com cada hemisfério e sua sazonalidade. No Brasil o inicio da vacinação contra a gripe se dá no mês de Abril.

CEPAS 2023 Hemisfério Sul - Recomendação da Organização Mundial da Saúde

  • cepa tipo A/Sydney/5/2021 (H1N1)pdm09 (A/Sydney/5/2021, IVR-229)
  • cepa tipo A/Darwin/9/2021 (H3N2) (A/Darwin/6/2021, IVR-227)
  • cepa tipo B/Austria/1359417/2021 (B/Austria/1359417/2021, BVR-26)
  • cepa tipo B/Phuket/3073/2013 (B/Phuket/3073/2013, tipo selvagem)

Laboratório e nome comercial

  • GSK (Fluarix® Tetra)
  • Sanofi Pasteur (Vaxigrip Tetra®)

Indicação

  • Para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida, principalmente aquelas de maior risco para infecções respiratórias, que podem ter complicações e a forma grave da doença.

Esquemas de doses:

  • Para crianças entre 6 meses e 8 anos de idade: duas doses na primeira vez em que forem vacinadas (primovacinação), com intervalo de um mês e dose única nos anos seguintes.
  • A partir de 9 anos: dose única anual.

Contraindicação

  • Pessoas com alergia grave (anafilaxia), a algum componente da vacina ou a dose anterior.

 

Para mais informações, acesse as bulas das vacinas:

Fluarix® Tetra - https://br.gsk.com/media/6303/fluarix-tetra.pdf

Vaxigrip Tetra® -

 

Monitoramento das vacinas

Nessa tarefa, nossa principal aliada é a tecnologia. As vacinas são preservadas com a ajuda de sistemas de última geração:

SITRAD: as câmaras registram as temperaturas em um sistema via internet, dando acesso aos dados em tempo real por telefone celular e tablets.

Safety System Indrel: sistema de emergência para falta de energia elétrica, instalado nas câmaras. Funciona sem energia de 6 a 48 horas.

Sistema de alarme remoto Indrel: se a temperatura dentro do refrigerador passar do limite aceitável, um dispositivo aciona nossa equipe automaticamente via telefone.

Gerador:  capacidade (55 KVA´s) que nos dá mais segurança no caso de eventual falta de energia elétrica, garantindo o funcionamento normal das câmeras frias e todo sistema de segurança instalado.

Além de todos estes cuidados, temos também, sistema de alarme monitorado 24 horas.

 
 
 

 

Len Comunicação